DISCOGRAFIA

03. DESAMPARO

(Letra e Música de Márcia Santos)

 

Tenho sentido um desamparo

No meio do meu coração

Fica o sentido pouco claro

Ser lhe falta a emoção

Um coração apaziguado

Perde muita tensão

Dei um segundo ao meu amado

P’ra me vir ali buscar

Tenho buscado o meu contrário

Em quem eu me quero dar

Vim dar a um lugar errado

Que me pousa a pensar:

Nem mais um passo

Ficarei onde o breu se desfaça

Como uma névoa que vem

Como uma névoa que passa

 

Tenho pensado um bom bocado

No tempo que há-de passar

E onde foi no meu passado

Que tive o dom de sonhar

Sonho que corro pelo prado

Até o Sol me queimar

Dei mais um passo para o meu canto

Para os males afastar

Quero o canto em que me fecho

P’ra não mais me fechar

Sonho que fujo pelo Tejo

Até o Mar me abraçar

Que eu mais não faço

Ficarei onde o breu se desfaça

Como uma névoa que vem

Como uma névoa que passa

Como uma névoa que vem

Como uma névoa que passa


[x]