DISCOGRAFIA

10. AGUARDA-TE AO CHEGAR

(Letra de Cristina Viana e Música de Carlos Viana)

 

Calas-me a voz, voz do olhar
Sinto que o tempo tarda em chegar
Distante, ausente, sinto apertar
O peito ardente por te encontrar

 

Na minha alma que anseia urgente
Pelo momento de ter-te presente
P’lo infinito, estendo os meus olhos
Um mar de mil desejos, aguarda-te ao chegar…

 

Encho a minha taça vazia
Com perfumes de poesia
Bebo a saudade amarga e fria
E então adormeço ao luar

 

Calas-me a voz p’ra lá do tempo
Estrelas que caem por um lamento
Espuma na areia, solta no vento
O meu silêncio, meu sentimento

 

Em minha alma que chora vazia
Por um momento se acende a magia
P’lo infinito estendo o meu sorriso
Num mar azul de sonhos
Acorda-me ao chegar…

 

Encho a minha taça ardente
Com o incenso doce e quente
Sirvo de beber à alegria
Que sinto ao ver-te a chegar

 

Calas-me a voz…
Em minha alma que chora vazia
Por um momento se acende a magia

 

P’lo infinito estendo os meus olhos
Um mar de mil desejos
Aguarda-te ao chegar


[x]